JOINVILLE

(47) 2105.9960

JARAGUÁ DO SUL

(47) 2105.9970

SÃO BENTO DO SUL

(47) 98812.2353

AGENDAMENTO JOINVILLE

(47) 2105 9909 / (47) 98841 6103

AGENDAMENTO JARAGUÁ

(47) 2105 9980 / (47) 98817 5202


30 / jan

O que fazer após passar por uma rua alagada?

Quando se trata de trânsito, é preciso estar preparado para qualquer tipo de imprevisto. Imagine você dirigindo tranquilamente quando, no meio do caminho, se depara com um trecho totalmente alagado. A reação inicial pode ser de nervosismo e dúvida. Sempre que possível, evite passar por uma rua alagada com seu automóvel. Mas caso não há possibilidade de optar por outro caminho, qual é a melhor forma de agir?

Quando se decide atravessar uma enchente, é preciso adotar algumas medidas preventivas no intuito de minimizar a ocorrência de problemas técnicos no veículo. Ainda assim, uma revisão logo após a travessia da enchente se faz necessária, para assegurar que o automóvel permanece em condições seguras para continuar trafegando.

Para proteger seu veículo é recomendado que os seguintes cuidados sejam tomados:

1- Mantenha sempre uma boa distância entre o seu carro e o carro da frente.

2- Utilize marchas reduzidas, como a 1ª para veículos manuais e a “L” para os automáticos.

3- Mantenha uma aceleração constante e sempre em baixa rotação.

4- Não troque de marcha quando o carro estiver dentro da água.

E depois de passar pelo alagamento, o que fazer? Após a travessia da enchente, é indispensável a realização de uma revisão no automóvel, com atenção especial para os seguintes aspectos do carro:

1- Óleo: para verificar se o sistema foi afetado pela água da enchente, basta puxar a vareta do óleo. Se a textura estiver cremosa, é indicativo de que houve contato com a água. Para prevenir possíveis alterações no motor, recomenda-se a troca de óleo imediata.

2- Filtro de ar: a entrada de água no filtro de ar pode ser confirmada através da presença de folhas ou barro em seu interior. Este é um problema de fácil resolução – basta retirar a peça para secá-la e higienizá-la adequadamente. Nos casos de grande acúmulo de água, a melhor saída é a troca do filtro.

3- Sistema elétrico: são grandes as chances de um curto-circuito quando a água entra em contato com o sistema elétrico. Nesse caso, o ideal é checar as funções elétricas básicas do carro (tais como buzina e lâmpadas), para eliminar a existência de riscos maiores.

4- Câmbio: existem alguns modelos de automóveis cujo câmbio conta com uma pequena abertura próxima à embreagem. Pode haver acúmulo de água nesta abertura ao atravessar um alagamento, fazendo com que a embreagem “patine”. Entretanto, neste caso não existem recomendações – a secagem acontece naturalmente.

Após analisar e checar todos os pontos acima, é recomendado fazer uma revisão completa nas demais partes do veículo! Agende sua revisão aqui.

JOINVILLE

(47) 2105.9960

JARAGUÁ DO SUL

(47) 2105.9970